Mass Effect, missões “ocultas” surgem há quatorze anos

Mass Effect, missões “ocultas” surgem há quatorze anos

Junho 7, 2021 Não Por Perplera

Mass Effect Legendary Edition chegou recentemente, para que os jogadores pudessem aproveitar ao máximo, antigos e novos, que agora têm a oportunidade de reviver as aventuras do Comandante Shepard graças a esta nova versão.

A trilogia Bioware tem conseguido conquistar um grande grupo de fãs, após se terem decepcionado com Andrômeda , responsável por não ter feito jus à franquia.

Por ocasião do lançamento desta edição “Lagendary”, muitos foram os que repetiram os três capítulos da aventura, mas nem todos repararam numa surpresa desenterrada por um dos autores.

Os desenvolvedores aproveitaram para lapidar algumas falhas presentes nas versões originais dos jogos, incluindo uma relacionada ao rosto de um personagem muito querido, inicialmente representado por um simples banco de imagens.

A comunidade modder teve a oportunidade de ir à loucura após a nova publicação, lançando mods de todos os tipos, desde aqueles que permitem que o jogador tenha um pouco de romance adicional a outros relacionados a armas e objetos.

Em busca de novos conteúdos, alguns usuários particularmente zelosos descobriram informações sobre algumas ” missões globais ” que teriam sido  eliminadas de Mass Effect original.

Rastrear e inserir elementos “ocultos” não é novidade para quem lida com mods, e já no passado foram incluídos arquivos de áudio que podem expandir algumas conversas importantes.

A novidade vem desse tipo de dado, difícil de recuperar na versão original de Mass Effect em comparação com o novo Mass Effect Legendary Edition.

O novo áudio trouxe de fato à luz a ” Global Quest” mencionada acima, uma série de missões que teriam permitido ao protagonista mover-se pelo universo para resolver problemas de grande escala.

Uma das descobertas mais interessantes é um arquivo de 2 minutos sobre um conflito religioso entre os Hanar e os Lystheni, uma seita salariana.

Este pormenor sugere que um grande número de conteúdos com um amplo fôlego narrativo foram retirados do primeiro capítulo, podendo ser devolvidos graças à impressionante contribuição dos modders nesta nova versão.

No que diz respeito ao desempenho do jogo, a Xbox venceu a PS5 em termos de uploads e taxas de fps, com um desempenho de 120fps ausente na consola da Sony.

Um pouco mais sobre o autor…

O Bruno Costa é o editor e supervisor dos conteúdos da Strong Player. É o principal editor que distribui o seu tempo entre criação de notícias, reviews e desenvolvimento de artigos com curiosidades. Gosta de uma variedade de jogos bem extensa mas a sua preferência vai para os jogos de Zombies e para jogos com um modo história envolvente. Adora jogos de ação de mundo aberto com modo multiplayer e o seu preferido é o The Division 2.