Six Days in Fallujah anuncia “PROCEDURAL ARCHITECTURE”, uma tecnologia revolucionária

Six Days in Fallujah anuncia “PROCEDURAL ARCHITECTURE”, uma tecnologia revolucionária

Março 23, 2021 Não Por Perplera

Hoje foi anunciado o próximo first-person shooter militar tático, Six Days in Fallujah. Este jogo vai contar com uma tecnologia inovadora desenvolvida pela Highwire Games chamada “Procedural Architecture“, que remodela todo o campo de batalha de cada vez que o jogo é jogado, renderizando edifícios inteiros e blocos da cidade processualmente.

Para quem não sabe o jogo Six Days in Fallujah vai recriar histórias verdadeiras da segunda batalha de Fallujah no ano de 2004. O jogo contou com a ajuda de mais de 100 fusileiros navais, soldados e civis iraquianos que estiveram presentes durante a batalha.

O lançamento do jogo está programado para o PC e consolas no final de 2021.

YouTube video

Estas histórias inspiraram a equipa de desenvolvimento a explorar novas maneiras de tornar os shooters militares táticos mais parecidos com o combate real.

“Os fuzileiros navais disseram-nos que nunca sabiam o que os esperava atrás da porta”, diz o diretor criativo de Six Days in Fallujah, Jaime Griesemer. “Mas, nos videojogos, jogamos os mesmos mapas indefinidamente. O simples fato de saber o layout de um edifício com antecedência faz com que um combate de um videojogo seja muito diferente de um combate real.”

“Memorizar mapas é falso. É tão simples quanto isso”, diz o sargento Adam Banotai, que liderou um esquadrão de fuzileiros navais de bloco em bloco, em Fallujah. “Entrar num prédio ou bairro desconhecido é assustador. Não tens ideia do que poderá acontecer, e esta é uma das razões para termos tido tantas baixas.”

Este jogo está em produção à mais de três anos que permitem que um motor de jogo moderno renderize cada cómodo de cada edifício de uma maneira processual, juntamente com IA dinâmica e sistemas de som necessários para dar suporte aos ambientes de jogo que não se mantêm estáticos.

“Com Procedural Architecture, até mesmo o designer do jogo não sabe o que vai acontecer em Six Days in Fallujah,” revela o CEO da Victura, Peter Tamte. “E a melhor maneira de superar esta incerteza é empregando táticas militares reais, assim como farias se estivesses realmente lá.”